Página Inicial
    
PRIMEIRA PÁGINA NOTÍCIAS GUIA DE PUBLICIDADES GALERIA DE FOTOS LEGISLAÇÃO ARTIGOS YOUTUBE CONTATO
..:: Informe Policial - O Portal de Notícias do Norte Pioneiro ::..
NOTÍCIAS
Compartilhar no Twitter Comunicar Erro Comentar Imprimir Tamanho da Fonte
20/07/2013

Polícial civil que investigava ação de traficantes é baleado por PM

Militar estava de tocaia próximo ao presídio

Clique para Ampliar
O investigador de polícia Sílvio Reis Constantino, de 32 anos de idade foi baleado por um soldado da Polícia Militar na última terça-feira nas proximidades do presídio de Cornélio Prócopio.

O investigador Constantino investigava a ação de criminosos que iriam tentar jogar sacolas com droga para dentro da cadeia. Quando o policial foi tentar prender os envolvidos foi surpreendido por um policial miliar que estava tocaiado próximo ao presídio. O militar atirou quatro vezes nas costas de constantino. Três disparos acertaram em cheio. Dois nas nádegas e um região cervical. O policial civil foi socorrido por uma equipe do SAMU, passou por cirugias e seu estado de saúde é estável. A Polícia Militar de Cornélio Procópio não se manifestou sobre o episódio (o porque o policial militar estava tocaiado no local). Informações dão conta que o militar também havia recebido informações da tentativa de passagem de drogas para os presos e estava no local para prender os traficantes. Informações não oficiais dão conta que o soldado foi preso em flagrante por tentativa de homicídio.

Na manhã desta quinta-feira, os delegados Júlio Cézar dos Reis e Naylor Robert de Lima, representaram o delegado-geral Marcus Vinícius da Costa Michelotto, em visita ao investigador Constantino na Santa Casa de Misericórdia de Cornélio Procópio.

Redação Informepolicial
 
Comentários desta Notícia
  23/07/2013  Postado por: Jurista
       Acho que você está totalmente errado Marcio. Qum tem aque investigar é a Polícia Civil e Federal. A PM tem que dar apoio. O soldado estava llá porque achou que tava fazendo investigação.
  23/07/2013  Postado por: marcio
       isso ocorre porque não ha um dialogo entre as policias, sendo que a policia civil sempre acha que é melhor que a policia militar, porem se o policial civil estava investigando e estava no local, porque não foi repassado para as equipes de policia militar que estavam de serviço naquele dia, sendo assim a policia militar poderia dar um apoio caso a civil necessitasse, sera que são os policiais militares que estão todos os dias investigando e atendendo ocorrências nas ruas das cidades, sera que são eles que são despreparados, ou são os agentes de policia civil que somente ficam dento da delegacia fazendo expediente e cuidando de presos e mal saem as rua para prender alguém, o que vocês acham.
  22/07/2013  Postado por: Douglas
       Nossa que Policial militar maluco e despreparado atirou nas costas... covardia!!!
..:: Informe Policial - O Portal de Notícias do Norte Pioneiro ::..
NOTÍCIAS
Tim anuncia investimentos de R$ 4 bilhões na melhoria de qualidade do serviço
Presidente da empresa reconhece deficiencia no serviço
Paraná deixa de arrecadar R$ 755 milhões com contrabando
Dados são da Associação Brasileira de Combate à Falsificação
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 22 milhões no sábado
Veja resultado de quarta
Honda CB600 F Hornet é a moto mais visada pelos bandidos
Pelo terceiro ano seguido
PM prende dois com 40 pedras de crak em Telêmaco Borba
Nesta quarta
+ veja todas as notÍcias
ENQUETE
Você sabe quem são os atuais senadores do Paraná?
 Sim
 Não
      
COLUNISTAS
Rogerio Antonio Lopes
SeguranÇa e Cidadania
Uma geração de fracos
Ricardo José Lopes
DIREITO E JUSTIÇA
Racismo e injúria racial. Duas faces do mesmo preconceito.
Gilson Sarrafo
Política e Comportamento
“Padrão Fifa” é uma farsa, Robben foi o melhor da Copa
Davrison Anselmo
EducaÇÃo e Cultura
O menino grande
Ramom Ruiz
GESTÃO EMPRESARIAL
O Cliente
PUBLICIDADE
© Informe Policial 2008 - 2014 - Todos os Direitos Reservados
Fone: (43) 8421 3235 - E-mail: comercial@informepolicial.com - reportagem@informepolicial.com
Nota: As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores e não
representam, necessariamente, a opinião da direção deste Portal.
Desenvolvimento NetVisi